Medicina Especializada

Acne é uma doença inflamatória da pele. A sua frequência é maior na adolescência, quando o nível elevado de hormônios sexuais causa o aumento da secreção de sebo pelas glândulas sebáceas, provocando o aparecimento de espinhas, bolhas e pontos negros principalmente no rosto, costas, peito e ombros.

Porém ela  não é comum apenas na puberdade, pode surgir na fase adulta, dependendo de fatores hereditários, hormonais, ou de uso de cosméticos e de alguns medicamentos. Sempre que buscar um tratamento para acne, o certo é consultar um dermatologista, que vai avaliar o grau de sua acne e qual procedimento é mais aconselhável para sua pele. Os tratamentos para as acnes mais leves utilizam-se de remédios tópicos (pomadas), esfoliantes e secativos, às vezes conciliando a emprego de um antibiótico.

Para as acnes consideradas mais graves, os medicamentos de via oral são geralmente receitados, como os antibióticos, que fazem a desinflamação das glândulas.

O câncer de pele é um tumor formado por células da pele que sofreram uma transformação e multiplicam-se de maneira desordenada e anormal dando origem a um novo tecido (neoplasia). Entre as causas que predispõem ao início desta transformação celular aparece como principal agente a exposição prolongada e repetida à radiação ultra-violeta do sol.

Cerca de 75% da radiação solar recebida durante a vida ocorre nos primeiros 20 anos. Os efeitos da radiação ultra-violeta só se manifestam com o passar do tempo. As lesões começam a aparecer na maioria das vezes ao redor dos 40 anos. Portanto, proteja as crianças e estimule os adolescentes a se protegerem.

Procure seu dermatologista se você tem alguma lesão suspeita na sua pele. O câncer da pele pode e deve ser tratado e o diagnóstico precoce é muito importante para se obter a cura.

Rosácea é uma doença inflamatória crônica que afeta principalmente os adultos após os 30 anos de idade, sendo mais frequente nas mulheres. A causa é desconhecida. O parasita Demodex folliculorum, presente nos folículos pilo-sebáceos, parece estar envolvido com a doença apenas de forma oportunista. Predisposição pessoal e alterações gastrointestinais também podem ter participação na causa da doença.

Os Dermatologistas recomendam, em regra, tratamentos combinados, adaptados a cada situação, visando travar o processo e reverter as manifestações clínicas. São receitados produtos de higiene específicos, tratamentos tópicos, e por vezes também sistêmicos, que podem demorar semanas até se obter uma melhoria considerável. A persistência dos pequenos vasos dilatados (derrames) pode se tratados com Laser Luz Pulsada.
A chave do sucesso da recuperação da Rosácea está no diagnóstico e tratamento precoces.

A Psoríase é uma doença da pele bastante frequente que atinge igualmente homens e mulheres, principalmente na faixa etária entre 20 e 40 anos, embora possa ocorrer em qualquer fase da vida. O agente causador da doença, infelizmente, ainda é desconhecido. Contudo, fenômenos emocionais são frequentemente relacionados com o seu surgimento, provavelmente atuando como fatores desencadeantes de uma predisposição genética para a doença.

O tratamento da doença vai depender do quadro clínico apresentado, podendo variar desde a simples aplicação de medicações tópicas nos casos mais brandos até tratamentos mais complexos para os casos mais graves.

A resposta ao tratamento também varia muito de um paciente para outro e o componente emocional não deve ser menosprezado. Uma vida saudável, evitando-se o estresse vai colaborar para a melhora. A exposição solar moderada é de grande ajuda e manter a pele bem hidratada também auxilia o tratamento.

Nossos cabelos estão constantemente caindo e sendo repostos. A calvície acontece quando a taxa de queda é superior ao normal e não há a reposição dos fios de cabelo. Ocorre, também, em mulheres, porém, ao contrário dos homens nos quais a esmagadora maioria dos casos é decorrente da genética ou hormônios, no sexo feminino as causas são mais complexas.

São várias as causas para a queda como uma má alimentação, anemia, deficiência de Zinco ou Magnésio no organismo, stress, tabaco, período pós-parto, mas a principal é a calvície androgenética ou seja a predisposição genética herdada dos pais. Muito raramente, uma pessoa com pais e/ou tios com calvície não sofrem do mesmo problema.

Se você estiver sofrendo de queda brusca de cabelo, saiba que existe tratamento e cura para cerca de 90% dos casos. Procure um especialista antes de começar a apresentar traços  de calvície aguda.

O vitiligo, ou leucoderma, é a perda da pigmentação da pele devido ao ataque auto-imune pelo próprio sistema imunológico do corpo ao melanócitos. O vitiligo geralmente começa na fase adulta com manchas de pele despigmentada aparecendo nas extremidades. As manchas podem crescer ou permanecer com tamanho constante.

Existem vários tratamentos, porém nenhum pode garantir o desaparecimento total das lesões. A escolha do tratamento é feita após a avaliação clínica do paciente. Depende da extensão da doença, da cor da pele e do grau de impacto psicológico que as lesões acarretam.

Tratamento cosmético é uma boa opção para áreas pequenas. São usadas bases com tom semelhante à pele do paciente (camuflagem). Infelizmente é temporário, devendo ser repetido diariamente.

Nos pacientes de pele muito clara, poderemos recomendar o uso de filtros solares para minimizar o contraste entre a pele sã e a pele acometida.

O suor excessivo ou hiperidrose atinge de 0,6 a 1% da população causando um grande desconforto nas pessoas acometidas por esta doença. O portador tem as mãos e pés sempre molhados chegando a pingar suor, o que representa uma situação bem desagradável e muitas vezes constrangedora, dificultando as atividades do dia-a-dia.

Para os pacientes que não quiserem tratar cirurgicamente o problema, com a retirada das glândulas sudoríparas ou a retirada dos nervos responsáveis pelo estímulo à sudorese, podem fazer uso da toxina botulínica A (botox), que surge como uma boa opção terapêutica na medida em que interrompe a sudorese na área tratada.

A aplicação é feita através de injeções subcutâneas nas axilas, palmas das mãos, plantas dos pés ou virilhas com intervalos de 1,5 a 2 cm entre cada aplicação onde a sudorese é mais intensa.

Os efeitos das aplicações começam a aparecer em duas semanas e duram oito meses, mas é necessário que novas aplicações sejam feitas conforme orientações médicas.

As frieiras podem atacar a pele de várias partes do corpo, provocando manchas vermelhas e arredondadas, com descamação, que coçam e se caracterizam pelo ardor. É uma doença mais comumente detectada nos pés de adultos, embora se tenha notado aumento na infância nos últimos anos. O problema pode ser curado facilmente, se for descoberto logo. Quando a pessoa demora a tratar, a infecção pode evoluir formando uma casca fofa sobre a pele ou até mesmo uma rachadura bem dolorosa entre os dedos. Nos casos graves a infecção se espalha, atingindo unhas e a sola do pé, exigindo ajuda médica.

Para evitar frieiras, é recomendado manter a higienização diária com água e sabão, enxugar entre os dedos com papel toalha, usar meias de algodão e trocá-las todos os dias. Além disso, é melhor usar chinelos quando for necessária a utilização de banheiros e vestuários de clubes, academias e escolas.

A pessoa com frieira não deve aplicar talcos ou cremes antifúngicos por conta própria. Alguns desses produtos não surtem o efeito que prometem. O melhor é procurar um dermatologista para orientar o tratamento.

Central de Marcação 71 3044-1350
Contate-nos:

Agende sua Consulta
71 3359-0016

Ilegível? Alterar texto. captcha txt